Casa de samba e pagode não quer clientes vestindo bermudas, camisetas e nem camisa de time

Uma casa de eventos chamada Armazém da Estrela, em São Luís, dividiu opiniões nas redes sociais ao informar que não admite a entrada de pessoas vestindo roupas como bermuda, camisa regata ou sem manga, camisa de time e chinelo de dedo.

A limitação chamou a atenção porque esses são trajes comumente utilizados por quem decide ir a um evento de samba e pagode, que é o caso do Armazém da Estrela.

De acordo com a casa de eventos, é uma regra adotada pela empresa para proporcionar aos clientes uma experiência ‘premium’, fazendo com que sigam a etiqueta do local.

Nas redes sociais, ludovicenses repudiaram essa regra e classificaram como desnecessária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.