Prefeita possui fábrica de whisky baleado no Maranhão e paga alto para manter o “esquema”

A Polícia Federal já fez diversas operações para combater a falsificação de bebidas alcoólicas, crime grave este que é um atentado contra a saúde pública. Mesmo assim tem uma prefeita que não costuma a seguir as leis, possui uma fábrica clandestina de bebidas “baleadas”.

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

A adulteração começa mesmo na capital, ela sai de sua cidade para a capital para comprar litros de “Old Parr” vazios no preço de R$ 7,00, se a pessoa tiver a caixa do whisky ela paga R$ 10,00. O blog ainda não tem conhecimento sobre o destino da bebida falsificada, não sabemos para quem ela revende este whisky.

Nas garrafas de Red Label ela paga R$ 5,00. Nas garrafas de vodka Absolut ela paga R$ 6,00. Só sei que ela vem pessoalmente nas portas das pessoas que vendem esse tipo de garrafa com uma bolada em dinheiro e ainda reclama se a pessoa não tiver no mínimo 30 litros, mas ela se conforma com 10 litros. Uma verdadeira vergonha para o Maranhão possuir uma gestora de uma cidade com esse caráter tão deturpado, duvidoso e corruptível.

O fato é que mesmo sabendo que bebida falsificada faz um grande mal a saúde esta prefeita continua agindo livremente com seu crime contra a saúde, além de roubar muito em seu município.

O investimento que essa prefeita faz é arriscadíssimo, mas esse ricos deve compensar financeiramente para ela, pois se ela fabrica whisky baleado é porque tem quem compre.

1 Reply to “Prefeita possui fábrica de whisky baleado no Maranhão e paga alto para manter o “esquema””

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.