Resolução do caso Jonas Esticados: saída turbulenta de músicos ou demissão em massa?

Pra quem ainda não sabe o que aconteceu, a Riquinha explica pra você:
Há dois dias atrás, 4 músicos da banda de Jonas Esticado, começaram a vazar áudios explicativos de suas respectivas saídas da banda, alegando desde problemas de estadia à alimentação. Ouça os áudios a seguir:

Bom, a verdade por trás deste episódio é a seguinte! Foi simplesmente uma farsa para tentar destruir a imagem e dificultar a contratação de novos músicos para a banda!
É uma conversa sem pé nem cabeça! Vamos enumerar por tópicos:

Jonas Esticado

1 – os músicos foram demitidos por irresponsabilidade!
2 – a lista de exigência do camarim de Jonas é bem farta! Não tem músico que reclame sobre o que é servido. Frutas frescas, sucos e tudo o que for digno para a boa alimentação da banda após a festa.
3 – banda jogada em final de festa? Impossível! Em quase todas as bandas, o ônibus da mesma sempre está com o motor ligado no final da festa e com o ar condicionado até o talo, para que a banda entre e se aloje, e consequentemente descanse! Algumas vezes quando o ônibus da banda não está no evento, sempre quando termina a apresentação a van já está a disposição para levá-los para o hotel imediatamente, exemplo disso foi no Arraiá do Aviões em Teresina.
4 – a empresa por trás do projeto Jonas Esticado nunca atrasou o salário de nenhum músico! Todos trabalham em dias. Os momentos em que chegaram a atrasar, é que a banda por estar tocando em ritmos distantes um do outro, acaba atrasando as vezes, mas nem sempre é assim! E também nunca ninguém passou fome.
5 – as pessoas que saíram da banda, a realidade deles era a seguinte: um deles era cachaceiro, era uma loucura pra querer beber; o outro era um maníaco sexual, não podia entrar uma fã no camarim que ele de alguma forma tentava chamar a atenção dela ou assediá-la. Como você homem se sentiria ao entrar com sua namorada/esposa/amante/ficante e um homem ficasse em cima, a desejando com pensamentos impuros? Esses músicos já tinham sido advertidos do acontecido duas vezes e mais um aviso, resultaria na demissão dos mesmos.
6 – o técnico de monitor da banda saiu mesmo porque não estava atendendo algumas necessidades da banda.
7 – quem segue o Jonas ou algum membro da banda no snap, é só ver o padrão: bons hoteis, bons restaurantes. A banda exige isso dos contratantes, portanto, não há do que reclamar! O ônibus da banda é bom, hotel com piscina, a banda não fala com a questão da alimentação, a banda do Jonas cumpriu com tudo o que foi acordado com os músicos na entrada dos respectivos ao projeto.

Enfim, essa nada mais é do que a verdade sobre os fatos.
Tenho horário na cabeleira agora, fui!

 

7 Replies to “Resolução do caso Jonas Esticados: saída turbulenta de músicos ou demissão em massa?”

  1. Esse segundo áudio acho que esta se referindo a banda Marcia Fellipe, pois a única banda que foi a Goiânia fazer show foi ela na boate villamix

  2. Jonas Esticado?
    Quem esticou o cara? confesso que não entendi foi nada… Parece que os músicos se revoltaram uns puxaram nas pernas e outros no braço e esticaram o cabra que neste momento encontra-se hospitalizado ocupando duas macas, parece que foi assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.