Prefeito que estuprou jovem evangélica não assume ainda a prefeitura de Santa Inês

O partidários do prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves, vão ter que recolher os foguetes comprados desde a hora em que o Tribunal de Justiça, através da 2ª Vara Criminal, decidiu pela soltura do político.

Ele imaginou que ao sair da cadeia iria imediatamente reassumir o cargo de prefeito. Deu com os burros n`água.  Agora são outros 500. Ele terá que ingressar contra a decisão do desembargador que cassação a decisão da Câmara Municipal de conceder licença do cargo para Alves e empossou o vice Edinaldo Alves Lima.

A história passada e presente do médico Ribamar Alves é tenebrosa e assusta qualquer mulher, das inocentes às mais bagaceiras. O blog recebeu uma série de conversas pelo WhatsApp entre Alves e maninas de até 15 anos, sempre rolando sobre sexo. Ele adora ser chamado de “paizinho” e engana as incautas com o falso argumento de que é para protegê-las. Nessa onda toda rola pagamento de faculdades e roupas de grifes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.