Caxias: o carnaval do luxo na terra do Maternidade da Morte

O prefeito de Caxias, Leonardo Coutinho, não poupou nenhum centavo para fazer o carnaval de toda a história da sua cidade. E por óbvias razões. Apostou tudo no circo por causa da reeleição. Um projeto que de saída vai lhe custar caro. Só com o carnaval.

image

Uma programação pra ninguém achar defeito, mas uma gastança desmedida para uma cidade que vive o caos, em estado de abandono permanente. Médicos com salários atrasados, ruas esburacadas, escolas abandonadas, insegurança total e um hospital que é um verdadeiro cemitérios de crianças e bebês.

Não que a cidade não mereça um bom carnaval, mas é preciso primeiro olhar para as prioridades de Caxias. Só o dinheiro com dos cachês daria para construir uma nova e completa maternidade.

Mas o prefeito acha que a população precisa mesmo dançar o carnaval, entrar no corredor da folia correndo até risco de mortes. E depois de uma semana, mal sabe ele que vem a realidade crua e nua. Aí todos passarão mais uma ano de infelicidades.

2 Replies to “Caxias: o carnaval do luxo na terra do Maternidade da Morte”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.