Projeto do deputado Wellington deve acabar com a farra de “aluguéis camaradas” no Maranhão

O Projeto de Lei 198/2017, de autoria do deputado Wellington do Curso (PP), torna obrigatória a divulgação das despesas com locação (aluguel) de imóveis particulares, tendo por objetivo fazer com que a população possa controlar e fiscalizar os gastos públicos.

A proposta tramita na Assembleia Legislativa desde o dia 04 de agosto e, caso já tivesse sido aprovada, certamente impediria que o Governo do Estado executasse a farra dos aluguéis camaradas, que foi denunciada nacionalmente na manhã desta quarta-feira (16).

Ao todo, o Governo do Estado gastou mais de R$1.000.000,00 em 01 ano com aluguel de um prédio particular, além de R$903.000,00 com a reforma de um espaço que nem é público e sequer foi utilizado pela população.

“Apresentamos esse projeto de lei no dia 04 de agosto por saber da necessidade de se controlar os gastos públicos. O Governo não pode sair por aí alugando espaço particular como se o dinheiro fosse dele. Os recursos são públicos e devem ser controlados. Foi pensando nisso, que apresentamos o Projeto de Lei 198/2017”, disse Wellington.

Ao se pronunciar, Wellington relembrou ainda que não é a primeira vez em que o Governo do Estado está envolvido com os famosos “aluguéis camaradas”.

“Uma vergonha estampada nacionalmente: o Governo do Maranhão gastou mais de um milhão de reais em 01 ano. O Governador alugou um prédio particular, reformou esse prédio e a população sequer utilizou os serviços. Essa não é a primeira vez que isso acontece. Não podemos esquecer também do prédio alugado em que funcionaria a Funac. O prédio ficou fechado por 16 meses e foram mais de 170 mil reais pago ao dono do prédio, que inclusive, era filiado ao PC do B é funcionário da Emap. É para combater esses gastos desnecessários e imorais e buscando pela concretude da transparência é que esperamos que nosso projeto de lei seja aprovado!”, afirmou Wellington.
[13:37, 17/8/2017] Wellington Deputadp: “Caos na educação: professores em greve há 17 dias e mais de 20 escolas ainda nem começaram o semestre letivo”, denuncia deputado Wellington

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) voltou a cobrar, na manhã desta quinta-feira (17), um posicionamento por parte da Prefeitura de São Luís diante do caos estabelecido na educação pública. Há 17 dias os professores da Rede Municipal de Ensino iniciaram greve por tempo indeterminado e, até o presente momento, a Prefeitura sequer sinalizou vontade em ouvir a categoria e solucionar o problema.

Sobre a situação, o deputado Wellington, que desenvolve o projeto “De Olho nas Escolas”, mencionou várias escolas que sequer iniciaram o segundo semestre de 2017.

“Nós conhecemos a realidade das escolas públicas municipais e estaduais. Visitamos várias escolas e o que constatamos foi a precariedade. A falta de infraestrutura, sem as condições básicas para funcionamento. O que se estabeleceu foi um verdadeiro caos na educação: professores em greve há 17 dias e mais de 20 escolas ainda nem começaram o semestre letivo Encaminho aqui ao Prefeito a solicitação que não é minha, mas sim de pais que estão desesperados e revoltados com a possibilidade de seus filhos perderem o ano letivo”, disse Wellington.

Entre as escolas municipais já visitadas pelo deputado Wellington, estão a UEB Jackson Lago; UEB Profº Nascimento de Moraes; UEB Profº Mata Roma, entre outros.

3 Replies to “Projeto do deputado Wellington deve acabar com a farra de “aluguéis camaradas” no Maranhão”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *