Vereador declara ter comprado votos nas eleições de 2020

Em áudio vazado nas redes sociais, o vereador Geovane Belgas (PL), do município de Santa Inês, confirmou ter comprado votos junto a uma liderança política de sua base, durante as eleições municipais de 2020.

No áudio, em meio a um certo desentendimento, o parlamentar afirmou que ‘ajudou’ o líder político, citando alguns favores, além da compra de votos, para a qual foram utilizados quase R$ 3 mil, segundo o próprio vereador.

“Antes da campanha, eu lhe ajudei, com a sua moto, né? Você pediu pra comprar os ‘voto’ aí, eu lhe dei o dinheiro, quase R$ 3 mil”, disse o vereador.

Ouça na íntegra abaixo:

A compra de votos é um crime eleitoral e deve ser denunciado. Caso o vereador seja enquadrado pela Justiça Eleitoral, ele poderá ter o mandato cassado, além de permanecer inelegível por 8 anos, conforme a Lei da Ficha Limpa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.