O novo cenário laboral num mundo tecnológico

As mudanças de um mundo tecnológico alteraram também a forma como as pessoas vivem as suas vidas, criando novas possibilidades, novos meios e também uma nova mentalidade sobre o que um emprego deve ser. Longe da noção dos trabalhos convencionais, nasce hoje um novo cenário laboral que permite a realização de trabalhos online. Venha conhecer alguns dos empregos em voga num mundo tecnológico.

As novas tecnologias começaram, no século XX, a revolucionar o mundo como o conhecíamos e, em pleno século XXI, esta realidade foi acentuada, o que motivou fortes alterações nos mercados laborais, nas políticas e nas economias mundiais.
Situações de precariedade e de desemprego tornaram-se reais em muitos países, à medida que a inflação e a desigualdade económica tomava lugar e o sistema de cedência de créditos criava uma economia baseada na dívida.
Aos poucos, as ferramentas tecnológicas começaram a surgir como opção para a conquista de vidas mais estáveis, oferecendo espaços onde é possível estruturar trabalhos por conta própria ou realizar funções que ajudem, a par com os outros empregos, a ganhar alguma renda passiva.

Na busca por essa maior estabilidade, empregos para ganhar dinheiro através da Internet começaram a surgir, sendo lançados vários instrumentos e plataformas nos quais este tipo de atividade se tornou possível.
Aos poucos, a Internet acabou por se tornar um mercado lucrativo para muitas pessoas que se dedicam às mais diversas atividades e aproveitam diferentes elementos e ferramentas para garantir que conseguem o desejado retorno económico.
Venha conhecer o novo cenário laboral num mundo tecnológico e alguns dos empregos que surgiram a partir das novas tecnologias e do meio digital.

1. Bloggers

Criar conteúdos para blogues é um emprego que muitas pessoas desenvolvem nos dias de hoje.

Obtendo retorno financeiro através de publicidade, de patronos e de patrocinadores, estes criadores de conteúdos vão atualizando os seus espaços online com diversos tipo de material de interesse para os seus públicos.

Hoje, é possível fazer este tipo de produção com conteúdos de moda, notícias ou literatura mas também com simples artigos sobre o cotidiano e lifestyle.

2. Influencers de mídia social

As plataformas de mídia social, tais como o Instagram, o Twitter e o Facebook, tornaram-se igualmente espaços que podem ser explorados para ganhar alguns rendimentos no mundo da Internet.
Estes influencers, também conhecidos como instagramers ou facebookers, são pessoas que criam conteúdos específicos para estas redes, juntando públicos-alvo e vivendo dos rendimentos obtidos através de patrocinadores e de publicidade.

3. Vloggers

Este tipo de criador de conteúdos é muito semelhante a um blogger, com a excepção de que cria conteúdos em vídeo. Um bom exemplo de vloggers são os youtubers: pessoas que utilizam a plataforma do Youtube para partilhar os mais diversos tipos de vídeos.
É muito comum o uso destas plataformas por comediantes e por amantes dos videojogos (gamers) mas também por amantes de moda e maquilhagem.
Os tutoriais são um material muitas vezes criado por estes vloggers.

4. Promotores de e-commerce

O empreendedorismo também aumentou com o aparecimento das plataformas digitais e o e-commerce é um bom exemplo disso mesmo.
As lojas online aproveitaram a tendência para as pessoas comprarem online para criarem plataformas onde as pessoas podem encontrar quase tudo por preços muito apelativos.
Ser empresário online, com uma destas lojas, é hoje um dos empregos da moda; sendo que muitas pessoas aproveita possibilidades como o Dropshipping para conseguir manter esta atividade a par com um trabalho convencional.

5. Formador em cursos online

As valências académicas também são usadas por muitos no meio digital, aproveitando as plataformas de e-learning e os cursos por vídeo-chamada para promover workshops, explicações, aulas de idiomas ou cursos online.
Este é um dos novos empregos da atualidade e apresenta-se como a melhor forma de comercializar o conhecimento através das redes digitais.

6. Trabalhos diversos por conta própria

Ser freelancer sempre foi uma opção. Ainda assim, as novas estruturas do mundo tecnológico permitiram a expansão do conceito, deixando em aberto um leque de oportunidades global e ilimitado.
Hoje, o trabalho por conta própria pode ser oferecido online, através de sites ou plataformas, sendo que existem profissionais nas mais distintas áreas – desde o meio artístico até à contabilidade.
Este trabalho tem a vantagem de poder ser conciliado com outros, de deixar em aberto a organização de horários e ainda a possibilidade de criar tarifas próprias e ajustadas a cada trabalho e a cada cliente.

7. Gaming e criação de jogos

A criação de jogos digitais e os torneios que rodeiam os principais jogos são duas fontes de rendimento que marcam a era tecnológica.
Hoje, explorar a capacidade nos videojogos já é uma forma de ganhar a vida e são muitos os jovens que dedicam todo o seu tempo à criação ou à prática deste tipo de jogo, conquistando salários muito apelativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *