A vida familiar do deputado Cabo Campos se tornou assunto público, principalmente após o parlamentar ter espancado a própria esposa. Ninguém, além de jornalistas e apenas UMA DEPUTADA, tomou uma atitude de punir o agressor. Ficaram apenas no BLA BLÁ BLÁ. Típico!

 

Quando pensávamos que a bomba não poderia explodir mais, a filha do deputado ligou para a Rádio Mirante AM para expor sua vida sexual e familiar. Laila Marques Campos, 22 anos, revelou  que era agredida fisicamente pela mãe ( espancada pelo pai/deputado Cabo Campos) pelo simples fato da jovem gostar de outras “garotas”.

Laila revelou que vivia sendo ameaçada em seu próprio leito familiar por sua genitora. Quanto ao pai/deputado Cabo Campos, ela era “aceita”, desde que escondesse da sociedade sua condição sexual, justamente pelo fato da família ser “evangélica”.

 

E nesse quadro todo, pelo que foi exposto pela filha do deputado e pela esposa, o que notamos são agressões sem limites. Um pai que ESPANCA a mulher e uma mãe HOMOFÓBICA. Em comum um casal que se esconde atrás de uma religião para praticar atos violentos e preconceituosos. De gente violenta e homofóbica, a sociedade está cheia!

Se a intenção do deputado era tirar o foco da esposa e colocar na filha que também sofria agressões, ele errou, pois ninguém em São Luís levanta a bandeira contra a homofobia que também é um crime que mata e leva muitos a cometerem suicídio.

Tâmara Silva

Deixe um comentário em “Filha de deputado que agrediu a esposa confessa que é lésbica e que a mãe é homofóbica”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *