Prefeitura de Rosário inicia projeto Diário Digital no município

A novidade, que irá informatizar o sistema escolar, foi apresentada durante o encerramento da Semana de Ciência e Tecnologia

Armazenar dados eletronicamente, como frequência diária escolar, notas por disciplina e o conteúdo ministrado em cada aula, que estarão disponíveis a gestores escolares e técnicos da Secretaria Municipal de Educação. Essa é a finalidade do Diário Digital, projeto inovador que passará a fazer parte da realidade educacional de Rosário.

O projeto-piloto está sendo implantado inicialmente nas escolas Januário Carvalho, Joel Duarte, Maria José Teixeira e Unidade Integrada Benedito Leite. Cada escola recebeu um kit composto por um tablet, com sistema operacional. “Nosso objetivo é estender o projeto a toda a rede municipal, pois sabemos que se trata de uma plataforma capaz de beneficiar tanto estudantes, quanto pais e professores”, afirma o secretário municipal de Educação, Joaquim Francisco de Sousa Neto.

O Diário Digital foi criado para substituir o formato em papel utilizado tradicionalmente na escola. Segundo a prefeita Irlahi Moraes (PMDB), por meio da ferramenta, os professores e a equipe gestora terão um controle maior do grau de assiduidade dos alunos, bem como do desempenho do estudante em cada disciplina. “Isso permite que se tenha um panorama mais amplo do funcionamento da escola”, revela.

A coordenadora do censo escolar, Carla Alves, explica que o sistema vai disponibilizar um relatório atualizado diariamente, que poderá ser conferido pela Secretaria de Educação. “Além disso, o sistema é um aplicativo que pode ser também utilizado no celular”, acrescenta.

Feira científica

O lançamento do Diário Digital foi feito durante o encerramento da 14ª Semana de Ciência e Tecnologia do Maranhão (SNCT/MA), no Parque da Cidade.

Durante a SNCT/MA, estudantes apresentaram trabalhos científicos, participaram de palestras e oficinas e apresentações culturais, dentre outras atividades realizadas no campus avançado do Instituto Federal do Maranhão em Rosário (IFMA). “Foi uma oportunidade que tivemos de envolver toda a comunidade de estudantes e professores rosarienses em torno de um evento que funciona como um excelente divulgador dos trabalhos produzidos nas universidades e em sala de aula”, destacou a diretora do IFMA de Rosário, Madalena Neves.

O evento foi encerrado com o lançamento do protótipo de uma lixeira construída em fibra de vidro. “Trata-se de uma inovação, com design que permite a fixação a postes, de forma que possa ser utilizada em larga escala”, destacou Joaquim Francisco de Sousa Neto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *