Suspeita dos primeiros casos de varíola de macaco em São Luís

Na manhã de ontem (01), três crianças estudantes da rede pública de São Luís apresentaram sintomas daquela que poderia ser a “varíola de macaco”, que tem feito suas primeiras vítimas no mundo todo, mas sem casos confirmados no Brasil. Profissionais da saúde estadual e municipal foram notificadas, localizaram a residência das crianças e realizaram os procedimentos médicos adequados.

Ainda na escola, a diretora informou desconhecer o caso e que as crianças estavam há cerca de duas semanas sem comparecer à unidade de ensino.

Na casa onde residem, no Bairro de Fátima, a mãe disse à equipe de saúde que as crianças apresentaram sintomas como febre, tosse produtiva, vômito, bem como apresentaram erupção cutânea papulovesicular (as bolhas), logo após uma festinha na escola.

As vacinas das crianças estão em dias. Entretanto, uma das crianças também apresentava sinais de desnutrição, anemia, além das bolhas pelo corpo, como pés, tornozelo e nariz.

O material foi coletado pela equipe para análise laboratorial, a fim de confirmar se tratar da varíola de macaco ou não.

A varíola ‘comum’ foi erradicada do mundo após a criação de uma vacina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.