Advogado é preso após invadir casa da ex e ameaçar policial de morte no Maranhão

Um advogado foi preso e enquadrado na Lei Maria da Penha ao tentar invadir a casa de sua ex-namorada, em Esperantinópolis, Maranhão. O causídico chegou a empenar um portão de ferro da casa de sua ex para que ela abrisse a portar pra ele, como não conseguiu controlar-se mais, a vítima precisou acionar a Policia Militar. Nesse momento ele já havia conseguido adentrar o quintal da mulher, com muita fúria.

O espetáculo começou quando os militares chegaram ao local, quando os PMs pediram que o advogado fosse até a viatura para conversar sobre o que se passava, logo começou a filmar os militares e a vítima, chamando-a de rapariga e que supostamente estaria tendo um caso com algum policial. Como não houve nenhuma eficácia, os policiais pediram que o advogado entrasse na viatura e sentasse no banco traseiro para que fosse ao Distrito Policial de Pedreiras para ser ouvido por um delegado.

Após saber que seria levado a uma delegacia, o causídico revoltou-se contra os policiais, ficou muito alterado, aí foi necessário o uso moderado da força para conter o acusado, que precisou ser algemado.

Ao entrar no xadrez, de acordo com a GU, o advogado começou a se debater e rasgar a camisa com o intuito de incriminar os PMs. Ainda de acordo com a GU de serviço, ele começou a proferir que era aliado de Flávio Dino e iria conseguir a transferência do cabo Ferreira, caso não conseguisse, iria mandar matá-lo, nem que para isso precisasse vender a última cabeça de gado de sua fazenda.

Com informações do C P A I-1 / 19º BPM
CMT MAJOR QOPM RICARDO
4°CP ESPERANTINÓPOLIS -MA
Cmt : Ten QOA PM José Antônio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *