Governo aplica “Mais Calotes” agora nas emissoras de Rádios e TVS no Maranhão

Depois do “Mais Asfalto” que não dura a metade do período invernoso, do “Mais Sofrimentos” e dos “Mais Atropelamentos às Leis”, eis que desde novembro do ano passado foi instituído o programa “Mais Calotes”.

Antes não vinha recebendo pelos contratos executados os  médicos, enfermeiros, médias e pequenas empresas, empresas de segurança privada e outras mais.

Desde novembro também não estão recebendo as emissoras de Rádios e TVs em todo o interior do Maranhão. A desculpa era sempre a mesma: não tem recursos, mas para o Sistema Mirante de Comunicação o “Mais Afagos”. Agora, na segunda quinzena de fevereiro parece que as relações com os Sarneys arderam e todos os contratos de divulgação estão suspensos.

Então, uma boa oportunidade para pagar os contratos com a mídia do interior, inclusive com os blogs que ainda alimentam a esperança de receber por acreditarem que tudo seria diferente com o novo governo.

Ao governo faltou se adaptar aos programas mais reais hoje vividos no Maranhão, como o “Menos Alimentação”, “Menos Saúde”, “Muito Menos Educação”, o “Menos Segurança”, e o “Menos Esperança”.

E para completar o quadro, já era tempo do governo implantar o “Mais Vergonha Na Cara”.

1 Reply to “Governo aplica “Mais Calotes” agora nas emissoras de Rádios e TVS no Maranhão”

  1. Mais calotes aos profissionais de comunicação do Maranhão, sim, conheco bem!
    Até quando essa será a realidade profissional. Prfeitura de Slz, Secom, vamos pagar o que vc deve aos seus ex colaboradores. Aguardo há mais de 2 anos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.