Índios são suspeitos de participar de fraude eleitoral em Amarante

Algo muito sério está acontecendo em Amarante. Em pleno ano eleitoral centenas de índios da tribo Guajajara estão sendo feitos de cabo eleitoral pela prefeita candidata a reeleição, Adriana Ribeiro.

amarante indios comentariosEles estão usando declarações de residência falsa, tudo bem acertado entre o índio Zezico, que é acusado de desviar mais de R$ 700 mil da FUNASA e matriculou mais de 600 alunos fantasma no Centro de Ensino Zezinho Rodrigues. 

Estes índios votam desde o ano de 1998 na cidade de Arame, mas de forma “misteriosa”, decidiram fraudar declarações de residência e transferir seus títulos para a cidade de Amarante. Eles são eleitores das zonas 57,58 e 70. Até a presente data 18, já foram mais de 100 títulos de indígenas da tribo Guajajara transferidos de forma simultânea, para a cidade de Amarantes.

Os índios são usados geralmente como objetos meramente eleitorais, por candidatos de regiões próximas as suas aldeias.

Após os candidatos obterem êxitos, descartam os pobres indígenas, deixando-os padecer na miséria e no descaso.

Abre o olho TRE!

5 Replies to “Índios são suspeitos de participar de fraude eleitoral em Amarante”

  1. Parabéns ao GRUPO de oposição pela denúncia, essa prefeita não trabalha durante o mandato e agora quer exportar eleitores de outros municípios. O TRE tem a obrigação de tomar uma providência séria em relação a essas fraudes. A PF e o MPF deve investigar que foram os autores, cúmplices e particípes dessa compra de votos antecipado!

  2. Bela matéria, infelizmente nosso GRUPO POLÍTICO perdeu a eleição em 2012 pelos mesmos motivos da denúncia acima.
    Essa prefeita compra os eleitores de outros municípios para transferirem seus títulos em cima da hora e nada acontece

  3. Essa s fraudes demonstram muito bem o tipo de políticos que temos no MARANHÃO. Quanto aos índios, esse cabos eleitorais merecem ser presos por enganar suas comunidades prometendo algo que não existe. O pior de tudo, é que essa exportação de eleitores ocorre vindo de outro município, como é o caso de Arame.

  4. ABRE O OLHO MARCONI. Desse jeito vamos perder mais uma eleição para esse GRUPO que não tem votos, por isso essa exportação de eleitores de outras cidades. KD o TRE que ainda não acionou a PF para apurar essas fraudes?.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.