Carnaval em São Luís termina com 14 mortes violentas

É minha gente, o mar não está pra peixe mesmo. Já se foi o tempo em que o carnaval em São Luís era algo prazeroso, onde os ludovicenses não trocavam sua cidade por nenhuma outra.

A violência em  que vivemos não é exclusiva do carnaval, ela já vem sendo vivenciada por todos que vivem em São Luís.

Os índices de morte violentas afloram, aterrorizam e assustam seus moradores, ainda mais quando pessoas sem nenhum curriculum criminal são vítimas, como foi o caso do senhor Luis Carlos Elias Damous . Este senhor foi assassinado em seu trabalho, ele estava trabalhando, era  a âncora de seu filho, esposa e neta. Não bastou assaltar, tiveram que ceifar a vida de um pai de família. 

O que vem chamando atenção neste gráfico da violência é que o índice de mortalidade se dá entre homens de 30 á 62 anos.

Veja o gráfico abaixo:

rsrsssss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.