Para não desagradar governador, Eliziane Gama sumiu

A deputada federal Eliziane Gama esteve em companhia dos membros da CPI do Sistema Carcerário no Brasil verificando in loco a situação do complexo penitenciário de Pedrinhas neste ano.

Ela entrou calada e saiu muda. Não deu um pio sobre o que olhou. Chegou cega e saiu sem enxergar nada. Tudo para não contar a real situação do presídio e dos apenados para não atingir o governo de Flávio Dino, de quem ela espera o apoio para ser prefeita da capital se a embarcação de Holandinha não sair do lugar.

Um mês depois um agente penitenciário teve seu depoimento vazado pela imprensa nacional sobre canibalismo lá dentro de Pedrinhas. Dois apenas foram servidos como refeição. A deputada sabia de tudo, mas ficou calada.

Agora, que veio à tona o acordo do governo para proteger as facções criminosas e evitar motins, mortes, decapitações e fugas nos presídios, Eliziane Gama sumiu. Ninguém consegue encontrá-la.

Ela simplesmente não fala nada sobre o assunto, embora saiba de tudo o que acontece lá dentro. Ela é mais uma daquelas evangélicas dissimuladas que é crente que a engana a gente.

5 Replies to “Para não desagradar governador, Eliziane Gama sumiu”

  1. Concordo com tudo que falaste sobre a Eliziane, ela é dissimulada mesmo! Agor não consigo conceber essa história de acordo com o Governo, vagabundo não respeita nem a mãe, quem dirá o Governo. Não acreditei muito nisso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.