Emissoras de TV em São Luís estão quase falindo

As emissoras TV Bandeirantes, Rede TV e TV Guará quase não estão podendo se sustentar. Com a baixíssima audiência que algumas recebem, poucos empresários investem nelas.

Quem aí ainda assiste a TV Maranhense, a Rede TV ou a TV Guará? Quase ninguém!!

Pasmem, pois a TV Difusora também está passando por maus lençóis. O próprio Edinho Lobão tem tirado dinheiro de sua própria conta pessoal para cobrir algumas despesas da emissora. A Difusora também tem sido alvo de reclamações no que diz respeito á atraso de salários. É, realmente a crise chegou.

A TV Guará vem tendo dificuldades para pagar sua folha pessoal. Já até pensa em reduzir a programação local para reprisar os enlatados nacionais.

A TV Maranhense é a pior de todas, têm sofrido rigorosamente com a baixíssima audiência, a ponto de atrasar constantemente o salário de seus funcionários.

Nessa crise só quem tá lavando a burra é a Mirante, que recentemente fez um acordo milionário com o governador Flávio Dino.

E sem esquecer que a TV Cidade mantêm-se equilibrada,onde não falta dinheiro, mas também não sobra.

2 Replies to “Emissoras de TV em São Luís estão quase falindo”

  1. Amigos e amigas,

    Isso apenas reforça a minha tese, onde mostro que no nordeste, ou melhor no’meio norte’, onde o Maranhão e peai use encontram,e no sul, caso do Rio de Jeniro, a maioria das pessoas são alienadas por assistirem a Globo, viverem a globo, e Acharem que a apologia criminosa dela e fantasia são realidades. Novelas onde mostra trafivcates bonzinhos e policiais corruptos. Desrespeitam corporações bicentenárias.

    Por isso a semelhança entre as cidades do Rio e São Luís. A maioria dos ludivicentes e cariocas nem se deu conta dessas semelhanças naturais e culturais. Tanto que existe voos da Tam e da concorrente gol quase fechados nos fins de semanas para São Luís / Rio e VICE versa.

    Até favelas fomos o primeiro estado a imitar os cariocas, só que as nossas são horizontais invasões. E o que e pior, esquecemos de ir lá para ver que aqui e pior, pois lá o crime e organizado, aqui totalmente desorganizado, o que coloca em riscos maires a população. Lá os ladrões que roubam pobres são mortos no microondas pelos Traficantes.

    Veja os as semelhanças como Rio que só São Luis possuem:

    As lagoas da Jansen e Rodrigo de Freitas; as favelas; zonas Sul ponta da areia e Ponta do Farol, Rio Copacabana e Leme; Escolas de Sambas, olha as mangueiras aí gente!;
    Ou seja, a cultura afrodencendentes; a Lapa e o projeto Reviver; Os ritmos samba e BUMBA bois são metricamente e harmônicos em comum; e até os secundários que se tornaram os principais dessas duas cidades, a saber o fank no Rio e o Regguee, na Ilha, a diferença e só na velocidade dos instrumentos.

    E, Parafraseando de um amigo aqui do Rio, onde afirma: “Pobre Rio de Janeiro, fevereiro e marco …, tão perto de Sao Paulo, mas tão distante de Deus!

    Pois e, em ambas, a trilogia sexo, drogas e rock in rol.

    AH, quase esqueço Riquinha, uma grande diferença que faz do Rio maior, Lem da localização geográfica e montes, os cariocas apesar se receptivos, são os mais barristas do Brasil, assim como os baianos. Nos Ludivicentes só sabemos mostrar o pior para os turistas,isso inclui a imprensa marrom, e eu sou uma da exceções poucas, e que já sou conhecido em boa parte do Brasil, por levar com a sensibilidade que Deus me deu, as nossas riquezas diversas.

  2. CORREÇÕES RIQUINHA, SUBSTITUA AQUELA
    OR ESTA, PLEASSE!

    Amigos e amigas,

    Isso apenas reforça a minha tese, onde mostro que no nordeste, ou melhor no ‘Meio Norte’, onde o Maranhão e Piauí se encontram, e no sul, caso do Rio de Jeniro, a maioria das pessoas são alienadas por assistirem a Globo, viverem a globo, e Acharem que a apologia criminosa dela e fantasia são realidades. Novelas onde mostra trafivcates bonzinhos e policiais corruptos. Desrespeitam corporações bicentenárias.

    Por isso há semelhanças entre as cidades do Rio e São Luís. A maioria dos ludivicentes e cariocas nem se deu conta dessas semelhanças naturais e culturais. Tanto que existe voos da Tam e da concorrente gol quase fechados nos fins de semanas para São Luís / Rio e VICE versa.

    Até favelas fomos o primeiro estado a imitar os cariocas, só que as nossas são horizontais invasões. E o que e pior, esquecemos de ir lá no Rio para ver que aqui é pior, pois lá no Rio o crime é organizado, aqui totalmente desorganizado, o que coloca em riscos maiores a população. Lá os ladrões que roubam pobres são mortos no microondas pelos Traficantes.

    Veja os as semelhanças com o Rio que só São Luis possue:

    As lagoas da Jansen e Rodrigo de Freitas; as favelas; zonas Sul de São Luís – Ponta d,areia e Ponta do Farol, Rio – Copacabana e Leme; Escolas de Sambas, olha as mangueiras aí gente!;
    Ou seja, a cultura afrodencendentes; a Lapa e o projeto Reviver; Os ritmos samba e BUMBA bois são metricamente e harmônicos em comum; e até os secundários que se tornaram os principais dessas duas cidades, a saber o funk no Rio e o Regguee, na Ilha, a diferença e só na velocidade dos instrumentos.

    Até a mobilidade urbana das vias se parecem, no que tange as ligações. Ou melhor, no Rio só quase existe as Linhas Amarela, Vermelha e Av Brasil. São Luís, as avenidas semi expressas. Em ambas não há ligações entre os bairros.

    E, Parafraseando de um amigo aqui do Rio, onde afirma: “Pobre Rio de Janeiro, fevereiro e marco …, tão perto de Sao Paulo, mas tão distante de Deus!

    Pois e, em ambas, a trilogia sexo, drogas e rock in rol.

    AH, quase esqueço Riquinha, uma grande diferença que faz do Rio maior, Alem da localização geográfica e montes, os cariocas apesar serem receptivos, são os mais barristas do Brasil, assim como os baianos. Nos Ludivicentes só sabemos mostrar o pior para os turistas, isso inclui a imprensa marrom. E eu, sem falsa modéstia, sou uma da exceções poucas, e que já sou conhecido em boa parte do Brasil, por levar com a sensibilidade que Deus me deu, as nossas riquezas diversas. Mesmo sem ser político, exercer cargos políticos ou trabalhar no Turismo ou Cultura, apenas anônimo por enquanto. Um dos apaixonados, mas realista, por essa bela Ilha Magnética.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.