Morre a ex-cantora da banda Cavaleiros do Forró em um acidente de trânsito

A ex-vocalista da banda Cavaleiros do Forró, Eliza Clívia faleceu no início da tarde de hoje (16), vítima de um acidente de trânsito na cidade de Aracaju.

O carro em que a cantora estava foi atingido na lateral por um ônibus em um cruzamento. O forró encontra-se de luto, pois Eliza deixou marcou história na Banda Cavaleiros do Forró e na Cavalo de Aço.

Abaixo imagens do acidente:

 

VEREADOR maranhense espanca a ex

A ex namorada do presidente da câmara de Bom Jesus das Selvas MA, Luis Sabry Azar Junior, conhecida como: Bárbara Brenda, 20 anos. A vítima sofreu  fortes agressões físicas, psicológicas e tentativa de homicídio por parte do presidente da câmara dos vereadores de Bom Jesus das Selvas, Júnior Sabry.

No último dia 04 deste mês ele abordou a Bárbara enquanto ela estava com as amigas no Kabanas Bar e Restaurante,  a convenceu a entrar no carro. O vereador partiu rumo á Buriticupu que fica á poucos quilômetros de Bom Jesus das Selvas-Ma. Durante o percurso Junior Sabry começou a espancar o rosto da vítima,  além disso iniciou uma série de ameaças. O vereador destruiu completamente o celular da ex durante o ataque de fúria.

Bárbara mesmo muito machucada, conseguiu escapar e procurou uma delegacia para registrar um BO. Contudo, o vereador usa de seu CARGO para intimidar e obstruir a justiça. Bárbara está se sentindo aterrorizada com a cena que vivenciou no último dia 04.

A vítima diz que ela e o PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES de Bom Jesus das Selvas,  foram namorados durante 3 anos, porém ela decidiu dar fim a relação há 6 meses. Mas o VEREADOR não tem aceitado o término, partiu para as ameaças verbais e agora chegou ao extremo de espancar a jovem.

O celular da vítima completamente quebrado

Abaixo o BO:

Ana do Gás prestigia abertura das Festas Juninas em Capinzal do Norte

A deputada estadual Ana do Gás (PCdoB) esteve no último sábado, 10, na cidade de Capinzal do Norte, a convite do prefeito André Portela (PCdoB), para prestigiar abertura oficial das festas juninas da cidade que contou com a animação do cantor Tony Guerra e sua banda Forró Sacode e reuniu uma multidão de Capinzal e de cidades vizinhas em um clima de muita alegria e descontração.

“A administração do prefeito André Portela tem surpreendido cada dia mais e hoje aqui podemos ver uma outra Capinzal, uma cidade mais viva, mais alegre e no rumo do desenvolvimento. A abertura da FEJUC mostra mais uma vez a competência desse grupo forte que comanda a cidade, foi uma festa linda e que vai se estender por todo mês e sem dúvida alguma vai ser o melhor São João de toda região. E eu estarei aqui acompanhando de perto e apoiando todos os passos do prefeito André Portela”, afirmou Ana do Gás.

As comemorações começaram ainda pela tarde com a disputa da final da copa FEJUC, campeonato de futebol de campo realizado no município em comemoração aos festejos juninos. Várias lideranças políticas da região marcaram presença nesse grande evento, como prefeito de Lima Campos, Jailson Fausto, a deputada federal Luana Costa, dentre outros. A festa junina em Capinzal é uma realização da Prefeitura Municipal e organização da Secretaria Municipal de Cultura.

Roseana Sarney ensina a netinha a brincar Bumba Meu Boi

Todo mundo sabe que a ex-governadora Roseana Sarney sempre foi incentivadora e amante da cultura maranhense, principalmente dos festejos juninos  e do nosso folclore.

Agora mesmo  Roseana tem levados aos arraiais a sua netinha, filha de Rafaela Sarney com o advogado Gustavo, para acompanhar desde cedo e se encantar com a magia das brincadeiras juninas.  Pelo visto a menina puxou para à avó.

E é em casa que a menina tem aprendido a brincar Bumba Meu Boi, ao lado de sua vovó coruja, Roseana Sarney.

Como saber se o parceiro te maltrata psicologicamente

Muitas vezes, a dependência do outro é antessala dos maltratos psíquicos e até físicos. A dependência total do outro nunca faz bem. Porém, há situações ainda piores. E, na verdade, é fundamental ter a capacidade de olhar para o relacionamento a fim de saber se trata-se apenas de um momento ruim ou de uma situação doentia que está destruindo sua saúde emocional.

Qualquer pessoa, seja homem ou mulher, que está numa relação e que aceita que seu parceiro (ou parceira) lhe insulte, falte com respeito, denigra ou humilhe é alguém que está sendo maltratado psicologicamente.

A psicóloga e autora do livro “Cuando amar demasiado es depender”, Silvia Congost afirma que essas coisas não acontecem de uma hora para outra. Muitas vezes a dependência emocional precede o maltrato psicológico e até mesmo a agressão física. Nesses casos, a pessoa afetada costuma ser a última a se dar conta do que está acontecendo. E geralmente só nota isso quando recebe ajuda profissional ou de alguém mais experiente (e em quem confia). Ainda assim, não é fácil admitir o resultado da análise da relação.

O mais grave, segundo a psicóloga, é que o dependente geralmente se torna cada vez mais dependente. A pessoa passa a aceitar a agressão como algo natural, habitual, acostumando-se a isso a tal ponto que lhe custa muitíssimo abrir mão do relacionamento. A dependência do outro geralmente é tão grande que frequentemente a pessoa acha que o agressor pode estar certo. A vítima até quer sair do problema, mas a autoestima a confunde e não deixa.

Bom, mas vamos tentar identificar as características de um relacionamento em que há maltrato psicológico.

Anula a autoestima – quem maltrata geralmente diz coisas ou faz a vítima sentir que não serve para nada, que é um inútil, deprecia o parceiro. A situação chega ao ponto em que a pessoa não acredita em si mesma e pensa que, se abrir mão do relacionamento, não terá para onde ir, será incapaz de viver por conta própria.

Recebe ordens – o agressor geralmente dá ordens. Manda comprar pão, fazer a mesa, cuidar dos filhos… Reclama da limpeza da casa, da camisa “mal passada”, do presente que ganhou… E a vítima acha que não tem o que fazer. Pensa que deve aceitar as condições impostas pelo parceiro, porque, do contrário, a situação vai se tornar ainda pior. Há certo medo na dinâmica do relacionamento.

Não tem liberdade – a vítima não tem permissão para frequentar lugares que gosta, falar com pessoas que ama, que admira.

Distancia das pessoas que gosta – o agressor fala mal da família do outro, dos amigos e de todos que são contrários ao relacionamento.

Julga o que você faz, como faz, o que fala, como fala... Esse tipo de parceiro te obriga a mudar.

Quem maltrata culpa o outro pelas coisas ruins que acontecem (até naquelas questões totalmente irracionais). Frequentemente transfere para o parceiro as coisas negativas. Transforma o outro em responsável pelos acidentes cotidianos, mesmo quando não participou dos acontecimentos. Tipo… Ele bateu o carro. Ela nem estava junto. Mas o fato de terem brigado pela manhã faz com que o sujeito transfira para a mulher a culpa pelo que aconteceu.

Na dinâmica do relacionamento, as pessoas precisam ficar atentas. Todas as vezes que, em nome de um grande amor, toleram mais coisas do que deveriam tolerar, aceitam situações que não seriam aceitáveis – e isso por muito tempo -, tem algo errado acontecendo.

Por RONALDO                                    

Aluno troca carícias com namorado em sala de aula e diz que não sai do colo

Um casal homoafetivo tem causado maior polêmica nas redes sociais. Após um vídeo divulgado onde mostra a diretora Aida Ramalho Cortez Pereira pedindo educadamente para que o casal não troquem carícias e nem fiquem sentados no colo durante as aulas e a reação de um deles reage: “não saio do colo do meu namorado”. A diretora que estava tentando contornar a situação tenta se explicar dizendo que também pede para as meninas não sentarem no colo de meninos.

O namoro é algo norma na adolescência, porém, não pode atrapalhar o funcionamento da escola e nem gerar constrangimento á outros alunos, sendo eles héteros ou homossexuais. “Nós explicamos a diferença entre o público e o privado e que é preciso respeito ao coletivo”, diz a orientadora educacional Maria América Cabral.

É visivelmente sabido que todas as escolas, faculdades e cursinhos proíbem que casais namorem dentro de sala de aula. O fato é que os alunos precisam ter bom senso para que situações como essa não sejam necessárias.

 

Advogado diz que juízes usam indevidamente a força policial e a população fica refém da violência

O advogado Mozart Baldez presidente do Sindicato dos Advogados do Maranhão  (SAMA) lamenta profundamente o fato ocorrido dentro do TJMA no último dia 08 (reveja). Ele alega que sofreu violência no momento em que o desembargador José Bernardo chamou a PM para dentro de uma sessão na Câmara no momento em que foi contestado pelo causídico. 

O presidente da SAMA é processado criminalmente por exigir que uma juíza de Coroatá faltava diariamente comparecesse á comarca.

O advogado relata que o desembargador pediu desculpas pelo ocorrido na quinta-feira (8). Mas mesmo assim, Baldez continua a polemizar o modo em que as autoridades jurídicas tem procedido no momento de julgar os processos.

Mozart Baldez alega que certos abusos de autoridade só acontecem aqui no Maranhão. Ele diz também que os juízes maranhenses usam indevidamente a força policial. O advogado faz críticas pesadas e polêmicas, afirmando que enquanto o fórum está “abarrotado” de policiais para que magistrados pratiquem atos de violência, a população está jogada nas mãos da violência.

O causídico também afirma que irá á Brasília denunciar o que vem ocorrendo dentro do judiciário maranhense e que falará pessoalmente com a Ministra Carmem Lúcia.  Parece que o advogado militante da regulamentação da lei que proíbe o abuso de autoridade não vai parar por aí. Vamos aguardar!

É hoje show de Paralamas do Sucesso e Biquini Cavadão no Iate clube

HOJE TEM – O maior encontro de Rock Roll dos anos 80, já visto na cidade de São Luís, 30 Anos de Rock, duas das maiores e melhores Bandas nacionais do segmento, com toda humildade, te convidamos a viver uma emoção única, as gerações 80 e 90, sabem do prazer que era cantar, pular e pirar ao só dessa moçada, traga seus filhos, seus amigos, seus vizinhos, seu amor, hoje teremos uma noite no espírito do ROCK RIO, garanta seu ingresso que está a venda o último Lote…

Assessora de deputado foi executada quando saia da academia

A funcionária da Assembléia Legislativa  do Ceará, Sandra Rafaela, 29 anos, foi morta á tiros quando se deslocava da academia onde malhava até o carro. Um homem desceu de uma motocicleta e atirou quatro vezes contra a jovem.

A delegacia que está com o caso da assessora ainda não sabe a motivação do crime e não conseguiu até o momento prender nenhum dos suspeitos.

O pai de Rafaela foi executado há pouco tempo atrás, assim como o ex-cunhado, ambos por supostos envolvimentos com agiotagem e tráfico de drogas.

NOTA DE ESCLARECIMENTO: situação ocorrida na 2ª Câmara Criminal

 Tribunal de Justiça do Maranhão, como órgão máximo da Justiça estadual, vem a público esclarecer fatos que estão sendo divulgados, envolvendo o desembargador José Bernardo Silva Rodrigues, a 2ª Câmara Criminal e demais integrantes do Judiciário.

NOTA DE ESCLARECIMENTO: situação ocorrida na 2ª Câmara Criminal

Na manhã dessa quinta-feira (8), foi a julgamento na 2ª Câmara Criminal, sob relatoria do Des. José Bernardo Rodrigues, um pedido de correição parcial ajuizado pela juíza Josane Braga em face de uma decisão da 7ª Vara Criminal de São Luís. Tal decisão – objeto da correição – versa sobre queixa-crime apresentada pela magistrada contra o advogado Mozart Baldez, sendo que o juiz, analisando a possibilidade de prosseguimento da ação em apenas uma das tipificações apontadas, declinou da competência enviando os autos sumariamente para o 1º Juizado Criminal, sem publicação, notificação às partes e demais ritos necessários. Essas omissões eram o objeto da correição em julgamento na 2ª Câmara Criminal.

Ainda que regimentalmente não seja assegurada a intervenção de terceiros em correição parcial, o pedido ajuizado pelo advogado Mozart Baldez foi levado ao colegiado pelo relator da correição, para apreciação dos demais membros da 2ª Câmara, mesmo podendo ser decidido monocraticamente.

Outrossim, não sendo necessário para a análise do pedido, foi concedido ao advogado Mozart Baldez, durante a análise do pedido de intervenção de terceiros, tempo para que fosse esclarecida questão de ordem, assegurando o seu direito previsto no Estatuto do Advogado. Entretanto, a 2ª Câmara Criminal julgou, por maioria, indeferir a intervenção de terceiros, ficando o advogado sem direito de se manifestar no caso da correição parcial que foi, ali, apreciada posteriormente.

Reitera-se que não houve nenhum cerceamento de defesa, impedimento de manifestação ou ordem de prisão durante a sessão. Apenas houve solicitação da presença dos policiais para assegurar a ordem durante a sessão, uma obrigação regimental do presidente da Câmara, no caso, o desembargador José Bernardo Rodrigues.

Além de tudo, todos os direitos do advogado Mozart Baldez, nesta questão, poderão ser exercidos no recurso próprio.

 

Assessoria de Comunicação do TJMA