Arquivo mensais:setembro 2017

Hoje Lorena Luiza faria 17 anos

Fica sempre a esperança apesar de os dias…meses…“desaparecida mas não esquecida”.

Hoje (29), a menina Lorena deveria estar ao lado de seus pais, seu filho e familiares para comemorar mais um ano de existência, mas infelizmente o dia reflete tristeza, incerteza e impunidade. A adolescente está desaparecida há 4 meses. O caso segue sem resolução.

Um dia que seria alegremente comemorado se tornou referencia de um dia de luto, tristeza e desespero.

Os dias de Jeaneia Silva e Roberto Furtado são vividos á base de muita tristeza e angústia equilibradas por remédios, onde eles não possuem as  mínimas noticias.

Não se tem informações precisas sobre o que de fato aconteceu a Lorena, a cada mês que vai se findando a chama da esperança que os pais tem em rever a filha, vai se apagando, mas a cada busca cadavérica onde a menina não é identificada, acende uma chama pequena de que talvez, quiçá, encontrar Lorena bem. É muito desesperador a mãe ter o direito de saber onde seu filho estar sendo negado, sendo roubado, mesmo que seja apenas os restos mortais, é duro demais e difícil demais esperar por um filho que a gente não sabe se vai chegar.

É muito triste arrumar a cama daquele filho que nunca mais vai deitar nela. Mais triste é não saber onde o filho está descansando (eternamente ou em cárcere).

Mais uma vida está em risco, pais morrem todo dia aos poucos quando deixam de ver seus filhhos tão amados e queridos mortos ou desaparecidos. Para o Estado Lorena é apenas um número, talvez no índice de morte presumida ou de desaparecidos, porém, para a família ela é uma das razões da existência. Onde está você, Lorena? Que erro tão grande que uma pessoa tão jovem como você cometeu para que te negassem um enterro digno ou quem sabe, por um momento de delírio, uma ligação para comunicar aos seus que você está viva?

A Jeaneia, a sua mãe, quer apenas saber onde está aquele bebê que ela trouxe ao mundo há 17 anos atrás…

Lorena quando era bebê
Adolescente desaparece após sair do Arena Vip na Estrada de Ribamar
Menina que desapareceu em casa de show ainda NÃO foi encontrada
Deputado Wellington denuncia desaparecimento de adolescente e cobra do Governo do Estado investigação para elucidar o caso
Exclusivo! Entenda o sumiço e a suposta morte da jovem Lorena que desapareceu misteriosamente

Buscas por suposto cadáver de Lorena Luiza segue sem êxito; 4 meses sem solução

O sumiço da adolescente Lorena Luiza Furtado já repercutiu até na Assembléia Legislativa, contudo, as autoridades policias ainda não deram um desfecho para o caso. O paradeiro de Lorena ou de seus restos mortais seguem sem pistas, sem paradeiro. 

A jovem sumiu desde o dia 07 de maio, foi vista pela última vez na companhia de uma amiga, após sair do Arena Vip, na Estrada de Ribamar, desde então, tudo que as autoridades possuem são depoimentos contraditórios e suposições, nada comprovado de fato.

Na manhã de hoje (29), a Polícia Civil realizou uma busca cadavérica na Vila Maranhão, na região Itaquibacanga. Contudo, nada foi encontrado. De acordo com informações, um pedido de prisão preventiva foi decretado em desfavor de um dos possíveis envolvidos, que segue em segredo de Justiça.

Enquanto isso o pai de Lorena e a mãe encontram-se com problemas de saúde adquiridos por conta da grande tensão que estão vivendo sem conseguirem informações que os levem até a filha.

Em julho a mãe de Lorena recebeu uma ligação de uma pessoa anônima avisando que teria um vídeo que registrava a morte da garota, descreveu a cena como chocante e cruel. Falou que a menina foi atraída para uma “casinha” e logo em seguida, morta com requintes de crueldade. Contudo, quando confrontada, essa mesma pessoa afirmou que não possuía mais o vídeo em mãos.

Hoje (29) seria um dia de festa para os familiares de Lorena Luiza, pois a jovem estaria completando 17 anos. Lorena tem um filho menor de 1 ano que sente falta da mãe.

Barraco! Wellington do Curso denuncia Flávio Dino na Polícia Federal e no MPF

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) encaminhou ofício, nesta quinta-feira (28) ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal do Maranhão. A denúncia formalizada pelo deputado é de vários maranhenses que estão indignados com os “serviços” prestados pelo Governo do Maranhão e foi protocolada no âmbito federal por se tratar de recursos com origem junto ao BNDES, também federais.

 

 

Trata-se de obras entregues e que, em menos de 20 dias, em virtude da péssima qualidade dos serviços, já estão em fase de destruição. Como exemplos há a Ponte do Balandro, em Bequimão, que foi inaugurada há menos de um mês e já tem buracos e rachaduras no asfalto.

“Já fizemos várias denúncias. Nós moradores, percorremos a estrutura a pé para confirmar a má qualidade das obras e sempre saimos dos local com certeza de que somos vítimas de uma enrolação e de uma propaganda enganosa. Em alguns pontos, o piso afunda ao ser pressionado por um dos pés. É possível também arrancar com os dedos lascas do asfalto sem qualidade. Imagine quando começar a chover. Estão pensando que nós somos bestas. Tenho certeza que isso não é barato e quem vai pagar somos nós, a população”, denunciou o senhor Raimundo, de Carolina, no sul do Maranhão.

Ao fundamentar a denúncia, o deputado Wellington deixou claro não ser contra a pavimentação asfáltica e exigiu a qualidade nos serviços feitos.

“Não somos contra a recuperação asfáltica. Ao contrário, o Programa ‘Mais Asfalto’ é uma ideia boa, algo que faria a diferença na vida das pessoas caso fosse feito com seriedade e com responsabilidade. Infelizmente, o que a população encontra é algo de péssima qualidade. Isso pode ser comprovado em Arari, quando menos de 20 dias após a entrega da pavimentação, já era possível comprovar a péssima qualidade do asfalto. O mesmo ocorreu em Carolina, em trechos das avenidas Elis Barros, Frederico Martins e Avenida Brasil. É dinheiro público jogado fora em um asfalto de péssima qualidade evidenciado tanto na capital como no interior do Estado. Algo tem que ser feito diante disso. Não é porque o serviço é público que pode ser feito de qualquer forma. Alguém precisa ser responsabilizado por esse crime”, pontuou o deputado Wellington.

Além das denúncias quanto à péssima qualidade do asfalto, o deputado Wellington ainda apresentou o absurdo que é se ter dois postes no meio da rodovia MA-272 entre Barra do Corda e Fernando Falcão, o que mostra o verdadeiro desperdiço dos recursos públicos aplicados sem qualquer tipo de qualidade, sem controle e sem fiscalização, já que asfaltaram a rodovia mesmo com os postes como empecilhos, transformando-se em chacota nacional.

Luis Fernando vai à Câmara e apresenta prestação de contas do segundo quadrimestre de 2017

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, apresentou nesta terça-feira (26), no Plenário da Câmara Municipal, os balanços Contábil e Financeiro da sua administração referente ao 3º quadrimestre de 2017.  A prestação de contas cumpre a Lei Complementar Federal nº 101/2000 da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Além de destacar as ações positivas do governo, o prefeito elencou os avanços registrados nos últimos nove meses da sua gestão. Somente no período de comemoração do aniversário de emancipação política do município, foram mais de 25 obras e ações de grande impacto social e econômico em benefícios da população de todas as regiões do município.

“No lugar de reconstruir a Biblioteca das Vilas, eu gostaria de já ter construído outra biblioteca em outro bairro. No lugar de reconstruir as praças que reconstruímos e entregamos nos últimos dias, eu queria ter construídos outras. No lugar de recuperar 80 quilômetros de ruas e avenidas que já recuperamos nos últimos nove meses, que foram destruídas por falta de manutenção, conservação e limpeza, gostaria de estar pavimentando novas vias. Mas enfim, mesmo com todas essas dificuldades, ninguém vai nos tirar dos nossos objetivos de reconstruir e desenvolver novamente esta cidade” refletiu o prefeito durante seu discurso na tribuna da Câmara.

Outro ponto bastante aplaudido pela plateia presente e elogiado pelos vereadores, foi sobre as ações que a atual gestão move contra a empresa concessionária dos serviços de água e esgoto do município, a BRK Ambiental. De acordo com que informou o prefeito, há a suspeita de irregularidades na contratação da empresa desde o processo de licitação e além disso, os serviços que a empresa presta estão eivadas de falhas e de reprovação da população. “Todas estas situações estão sendo questionadas pela via judicial”, informou Luis Fernando aos vereadores.

Segundo o presidente da Câmara, Beto das Vilas, para reconstruir é preciso determinação. “E é exatamente isso que estamos vendo na gestão do prefeito Luis Fernando. Somos todos testemunhas de que a cidade foi totalmente destruída, mas que hoje já conseguimos perceber seu recomeço”, acentuou o vereador.

Na mesma linha, pontuou o vereador Osvaldo Brandão (PMDB). “Nós precisamos ser humildes para reconhecer nossos erros e não tenho problema em dizer que da última vez que o prefeito esteve aqui na Câmara, fui injusto com ele e errei na minha avaliação, mas hoje tenho a oportunidade de dizer que o prefeito Luis Fernando mostra respeito e transparência com a Câmara e com o povo, aplicando os recursos com responsabilidade e gerindo problemas que afetam diretamente a população, a exemplo da luta pela qualidade da água oferecida”, finalizou o parlamentar.

Deputado Wellington convida população para audiência com aprovados em concurso de Urbano Santos

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) utilizou as redes sociais para convidar toda a população para participar de importante audiência pública que acontecerá nesta sexta-feira (29), na cidade de Urbano Santos. O objetivo é abordar a situação dos aprovados no concurso, que foram nomeados, empossados, exerceram o cargo e, sem fundamento, foram “expulsos” da Administração, sem qualquer tipo de justificativa ou amparo legal.

“Enquanto deputado estadual, não possuímos a competência para efetivar a nomeação. No entanto, recebemos essa solicitação e não poderíamos nos omitir. Por isso, iremos intermediar esse diálogo entre profissionais e Prefeitura. Esse é apenas o passo inicial em defesa da reintegração dos concursados. Nesse primeiro momento, precisamos dar atenção à legalidade dos fatos e buscar uma solução que atenda às reivindicações desses trabalhadores. O nosso mandato está à disposição”, disse Wellington.

A audiência pública ocorrerá a partir das 08 horas, na Associação Focus, em Urbano Santos.

Fraude leva polícia e promotores até a Rádio de Roberto Rocha

O babado corre forte la pras bandas do Marcus Center, Renascença,  mais precisamente na Rádio Capital. A coisa parece mais familiar do que a vã filosofia possa imaginar. A briga está tão feia que dois promotores de Justiça e a Polícia Civil estiveram na tarde da última sexta- feira no prédio da emissora e na sala principal o clima foi de pânico e terror.

Estão sendo investigados fraudes na assinatura de uma procuração e em dois cheques, cada um no valor de R$ 700 mil. O rapapa foi no segundo pavimento, onde funciona o escritório da empresa dos Rocha, que administra os imóveis do Marcus Central. O diretor Rocha Neto, filho da Cintia, irmã do senador Roberto Rocha , quase desmaia ao tomar quatro comprimidos de calmante. Foi defenestrado e quem vai assumir e o ex prefeito de Balsas, Rochinha.

Moradores do Condomínio Veredas denunciam empresa responsável pela administração do condomínio

Os moradores do condomínio Veredas, localizado no Turu, denunciam a empresa Pontual, responsável pela administração do Condomínio, pela ausência de assistência nos serviços de manutenção e conservação do condomínio.

Segundo os moradores, várias famílias sofrem com falta de água, insegurança, ausência dos serviços de capina, interfone e cerca elétrica defeituosa.

Ainda segundo os moradores, já foram realizadas várias reclamações à administração, mas nada foi atendido, o que vem colocando em risco a segurança dos condôminos.

Segundo a denúncia, a empresa ainda pretende reajustar o valor do condomínio, o que causou revolta entre os moradores, que também alegam que o muro do condomínio corre o risco de desabar.

Helicóptero do magnata maranhense Marcos Regadas faz pouso forçado na Raposa

Quatro amigos de Marcos Regadas, o Marcão, estavam fazendo passeio aéreo turístico pela orla marítima de São Luís, quando a correia do ar condicionado apresentou problemas e o helicóptero começou a fumaçar.

O helicóptero de Marcão precisou fazer um pouso de emergência para evitar maiores acidentes no bairro Garrancho na Raposa.

O pouso forçado atraiu curiosos para o local e alguns pescadores comentam que a aeronave estava vindo da Ilha dos Sarneys, a Ilha de Cururupu.