Médicos impedem o prefeito de São Luís de cortar R$ 2 milhões da saúde

O prefeito Edivaldo Holanda Junior fez um corte de R$ 2 milhões na saúde do municipal. Isso gerou graves consequências para a população, pois este corte refletiu diretamente nas escalas dos médicos do Socorrão 1.  

A prefeitura reduziu em 50% o número de médicos que atendem em urgência e emergência, reduziu em 24% o salário dos médicos. A confusão tem sido grande.

Os médicos trabalham em condições precárias. A população que necessita do Socorrão I e do Socorrão II vive a mercê de falta de estrutura básica para serem atendidos. E é neste pacote que se encontra a saúde de São Luís. Uma indecisão.

A Defensoria Pública pediu informações sobre a redução de 50% no número de médicos da prefeitura e redução de 24% dos salário. A  A.M.E.S.S conseguiu barrar algumas decisões:

3 comentários sobre “Médicos impedem o prefeito de São Luís de cortar R$ 2 milhões da saúde

  1. Não foram só médicos…os enfermeiros e técnicos de enfermagem também tiveram cortes nos salários…já faz três meses e ninguém faz nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *