Arquivo mensais:junho 2017

Rigo Teles prestigia a festa dos 21 anos de emancipação política de Itaipava do Grajaú

O líder do Partido Verde (PV) na Assembleia Legislativa, deputado Rigo Teles participou, na quarta-feira (21) – ao lado do prefeito Joãozinho do Dimaizão, da prefeita de Arame, Dra. Jhuly e vereadores – das festividades de comemoração dos 21 anos de emancipação política de Itaipava do Grajaú, um próspero e pujante município localizado às margens do Rio Grajaú.      

Durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado Rigo Teles destacou que durante as festividades promovidas pela prefeitura municipal, foram inauguradas importantes obras públicas cobradas pela população carente e prontamente atendidas pelo prefeito Joãozinho do Dimaizão, que vem se destacando como um dos melhores gestores do Maranhão.

Depois das inaugurações das obras, o deputado Rigo Teles prestigiou – acompanhado do prefeito Joãozinho do Dimaizão, da prefeita de Arame, Dra. July Menezes, do presidente da Câmara Municipal de Arame, vereador João Ribeiro – as partidas do campeonato de futebol e os shows, animados pelas bandas de Munique Pessoa, Sousa Cobra e Banda do Vaqueiro.

AMBULÂNCIA GARANTIDA

Para Rigo Teles, um fato marcante durante as festividades dos 21 anos de Itaipava do Grajaú aconteceu quando o prefeito Joãozinho do Dimaizão subiu no palanque para discursar e foi aplaudido pela multidão, demonstrando o alto grau de satisfação popular com o gestor público, que tem compromisso de trabalhar pela população, especialmente os carentes.

Em sua fala, Rigo Teles parabenizou o prefeito Joãozinho do Dimaizão, o presidente da Câmara, os vereadores da base aliada, secretários, a população e a todos que ajudam a realizar a excelente administração do município de Itaipava do Grajaú. “Foi uma das festas mais bonitas que já presenciei durante nas comemorações do aniversário de uma cidade”, confessou.     

Momentos depois das inaugurações, Rigo Teles promoveu reuniões com o prefeito, vereadores e lideranças políticas, para saber reais as necessidades da população do município que lhe confiou seus cinco mandatos na Assembleia Legislativa.  O deputado anunciou que nos próximos dias vai entregar uma moderna e equipada ambulância para atender a população.

Policial militar se envolve em acidente na BR; namorada e pai morrem no local

O policial militar do Estado do Maranhão identificado como Diogo Silva de Sá, se envolveu em um grave acidente na manhã de hoje (30) na BR-116, Sertão de Pernambuco. O veículo em que o policial estava colidiu com uma Carreta Scania que transportava sal. 

 

A namorada do PM, Withenny Glenda Silva Vilanova, 23 anos, o pai do policial Gilvado Alves Sá, 56 anos e uma cadela da raça Husky Siberiano não resistiram aos ferimentos e morreram no local. O policial encontra-se na UTI e é considerado gravíssimo o seu estado de saúde. O motorista da Scania não sofreu nenhuma lesão.

O soldado ingressou na PM em 2014 e é lotado no Batalhão de Barra do Corda.

O preço do IPTU: carro cai dentro de enorme cratera na Cohab

 

“Esse é o prefeito, olha o buraco aqui Safado” dispara morador da Cohab. 

A buraqueira tomou conta da Av 4 da Cohab, está ficando intrafegável.

No final da manhã de hoje (30), um veículo  caiu dentro de uma cratera localizada no bairro da Cohab, na Av 4. A vítima vinha dirigindo o carro quando o asfalto cedeu e formou uma enorme o pela buraqueira, que resulta em enorme prejuízo para os motoristas, que vivem com os carros cheio de problemas de suspensão e lotam as oficinas em busca de concerto.

O problema das crateras não se resume apenas á Cohab, bairros como São Cristóvão, Turu, Centro, Cidade Operária, dentre vários, também sofrem dos mesmo problemas de abandono.

Agora mesmo o prefeito lança campanha incentivando a população ludovicense a pagar o IPTU ( Imposto Predial e Territorial Urbano), imposto esse que deveria servir para  custear despesas de administração e dos investimentos em obras de infraestrutura do município e serviços essenciais à população, contudo, os buracos é que confirmam que esse não é o destino do dinheiro arrecadado pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior através do IPTU.

Não vale a pena pagar IPTU! Vejam.

 

 

Lidiane Leite era apenas a prefeita de direito e não de fato

Lidiane Leite e o ex-marido Beto Rocha
Os crimes os quais o trio vem sendo acusado envolvem estelionato,crimes de associação criminosa, peculato, estelionato, falsidade ideológica e violação a  Lei de Licitações (Lei nº 8.666/93).  A pena para quem é condenado nesses crimes pode chegar de 11 a 40 anos.
De acordo com dados do MP, Beto Rocha pedia para que dinheiro de verbas federais destinados á melhorias das escolas municipais, fossem depositados na conta de Moisés Sousa Silva, sem licitação.  O dinheiro era depositado, porém o serviço prometido não era realizado.

 

Beto Rocha e Moisés Silva contavam ainda com a ajuda de Mauro Franpereira Lima para emitir notas frias de compra de materiais de construção. O promotor Fábio Oliveira diz que o trio estava agindo com premeditação e dolo.

“Oportuno salientar que Moisés e Beto agiam como autores intelectuais, sendo beneficiários diretos do peculato. As condutas praticadas por eles configuram vários ilícitos, tanto na esfera penal quanto na administrativa”, frisou.

Moisés e Beto agiam como autores intelectuais, sendo beneficiários diretos do peculato, de acordo com MP

O MP aponta Lidiane Leite, ex-prefeita de Bom Jardim, como a “figurativa”, pois há indícios de que ela só se candidatou porque o na época marido, Beto Rocha, estava impedido de concorrer as eleições devido á pendencias na Justiça Eleitoral.

“Como não podia se candidatar, ele decidiu apoiar a candidatura de sua esposa, Lidiane Leite, a qual ganhou as eleições e tomou posse no cargo”, declarou o representante do Ministério Público, na ação.

O representante do Ministério Público deixa claro que Lidiane Leite foi prefeita de direto, pois quem dava as ordens e articulava as ações da prefeitura era o ex-marido.

Prefeita se revolta com deputados e proíbe festa tradicional

A prefeita de Porto Rico do Maranhão sancionou um Decreto Municipal 011/2017, onde proíbe a realização de uma festa tradicional na cidade.

 

A FESTA DOS PESCADORES foi cancelada em Porto Rico por  meio de um decreto municipal, onde a prefeita Tatyana Mendes (PC do B) sancionou a proibição do evento. esta atitude totalmente impopular da prefeita comunista tem gerado forte descontentamento na cidade, pois é um município onde a maior parte da população vive da pesca. Este é um evento que é realizado anualmente pelos próprios pescadores da Colônia Z66.

Este comportamento da prefeita está sendo interpretado como censura, até porque o evento está sendo apoiado por deputados e empresários que não tem ligação política com Tatyana. Além de que envolve na frente da organização possíveis candidatos em 2020. Ela ver os deputados Josemar do Maranhãozinho e Junior Verde como uma ameaça ao projeto comunista o qual ela tem para a cidade de Porto Rico do Maranhão.

Abaixo o decreto:

 

 

São João da Thay terá a presença ilustre da Pabllo Vittar, Preta Gil, Cesar Boaes e companhia

O São João da Thay tá babado, gente. Os artistas Cesar Boaes, Preta Gil, Lucy Alves, Thaynara OG, Pabllo Vittar, Charles Jr, Adeilson Santos já estão na expectativa para o evento.

A presença ilustríssima da Pabllo Vittar promete empolgar e animar a festa. A festa toda tem uma causa nobre, onde toda renda em prol da Fundação Antonio Bruno. Vale a pena participar!

Ana do Gás cobra do governo ações em infraestrutura e esporte para Cururupu e Esperantinópolis

No último dia 14 de junho, a deputada estadual Ana do Gás (PCdoB) esteve juntamente com a prefeita de Cururupu, professora Rosinha e o prefeito de Esperantinópolis Aluisinho do Posto, no gabinete do Secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto para tratar dos compromissos  firmados pelo governo do Estado para estes municípios.

O início do programa Mais Asfalto tanto para Esperantinópolis quanto para Cururupu, foi um dos assuntos discutidos com o secretário, uma vez que para complementar estas obras, as emendas que a deputada Ana do Gás destinou para ambos municípios já foi liberada e os prefeitos já estão em fase de organização dos processos de licitação para o início da execução das obras, mas aguardam também ações do programa ‘Mais Asfalto’ em suas cidades para beneficiar ainda mais a população.

Outros tópicos importantes também da reunião, desta vez especificamente para a cidade de Cururupu, foram a aceleração da conclusão das pontes e a reforma do mercado municipal, obras  prometidas pelo governador Flávio Dino ao povo em sua última passagem no município e que já tem autorização para iniciar ao fim do período chuvoso este ano.

ESPORTE

Na mesma semana no dia 13 de junho, dia anterior ao encontro com o Secretário de Infraestrutura, Calyton Noleto, a deputada Ana do Gás também articulou uma reunião entre a prefeita Rosinha e o Secretário de Estado de Esporte e Lazer, Márcio Jardim para tratar das várias necessidades e dificuldades do povo de Cururupu em relação esse segmento e solicitou algumas ações para resolver as problemáticas. O secretário se prontificou em atender as demandas da prefeita e da deputada Ana do Gás o quanto antes. A parceria entre a deputada, os municípios nos quais tem parceria e o governo do Estado vem dando muitos resultados e levando benefícios para a população.

Rigo Teles pede a criação de CPI para apurar possíveis irregularidades na FMF

O líder do Partido Verde (PV) na Assembleia Legislativa, deputado Rigo Teles, anunciou, na terça-feira (27), que protocolou requerimento na Mesa Diretora da Casa, pedindo a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), composta de sete membros titulares e sete suplentes para, no prazo de 120 dias, apurar possíveis irregularidades cometidas pela Federação Maranhense de Futebol.

No pronunciamento, Rigo Teles pediu apoio dos colegas deputados para assinar o requerimento e instalar da CPI da FMF, que precisa do aval de 1/3 dos 42 parlamentares com assento na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, o equivalente a 14 assinaturas. O parlamentar acredita que até no final de semana a maioria dos deputados assinem o requerimento da CPI. “Queremos passar a FMF a limpo”, afirmou.

Conforme o requerimento, a CPI deve apurar a recusa da denúncia do Cordino sobre irregularidade quanto à presença do jogador do Sampaio, pois a própria FMF confirmou esta irregularidade; a paralisação do Campeonato Maranhense 2017 em decorrência de recursos judiciais dos clubes e a exclusão do Santa Quitéria do Campeonato Maranhense, sem haver sido rebaixado, desistido ou cometido qualquer irregularidade.

De acordo com o requerimento, a CPI deve apurar também o afastamento do ex-diretor, Antônio Henrique, que em entrevista à Rádio Mirante confirmou a denúncia do Cordino e antecipou possíveis resultados do julgamento. O deputado Rigo suspeita que esse julgamento foi provavelmente antecipado por Antônio Henrique, ex-diretor da Federação Maranhense de Futebol, que já inclusive já pediu demissão da FMF.

FMF PASSADA A LIMPO

No pronunciamento, Rigo Teles deixou claro que os deputados da CPI vão apurar possíveis irregularidades no Campeonato Maranhense 2017. “Queremos é uma atenção especial a esse item, principalmente senhores da imprensa que transmite AMA, e tanto valoriza o futebol maranhense: a prestação de contas dos recursos públicos recebidos pela entidade. Qual entidade? A Federação Maranhense de Futebol ? questiona o deputado.

Para Rigo Teles, o Campeonato Maranhense de Futebol de 2017 tem sido muito criticado em todo Brasil, tanto em rede nacional quanto nas redes sociais, pelo alto nível de desorganização imposto pela Federação Maranhense de Futebol. “Queremos saber o que vem acontecendo como o adiamento de jogos, as mudanças de localidades com o campeonato em andamento e outros problemas causados pela FMF”, disse.

Na avaliação de Rigo, tudo está acontecendo por conta da desorganização e falta de entendimento na FMF. “O que era para nos orgulhar e abrilhantar, está nos envergonhando: ver o Campeonato Maranhense ser criticado em nível nacional.  começarei a obter as assinaturas. Temos o prazo de 120 dias para colocar tudo em pratos limpos. Se a FMF está toda regularizada, ok, não tem nada a temer, que aceite a CPI”, comentou.

Por fim, Rigo Teles deixou claro que não está falando só por conta do seu time do coração, o Cordino, que é da sua cidade natal, Barra do Corda, e vai jogar na quinta-feira próxima, dia 29, em Imperatriz, contra o Sampaio Corrêa, pela decisão do Campeonato Maranhense. “Estou falando por todos os times do interior, da capital e do Maranhão. A FMF será passada a limpo pela primeira vez. E o povo do tomará conhecimento”, concluiu.

Mulheres estavam servindo de isca para atrair clientes para as baladas

PREÇOS DIFERENTES PARA HOMENS E MULHERES?

Aqui em São Luís é muito comum a prática de algumas boates que oferecem ingressos mais baratos para as mulheres ou quando não, liberam a entrada.

Abaixo veja o texto do CNJ sobre o assunto:

Um consumidor entrou com um pedido de liminar em tutela de urgência contra a uma produtora, exigindo pagar por um evento o mesmo valor cobrado pelo ingresso feminino, que era inferior ao masculino. A juíza do CEJUSC/Brasília, Caroline dos Santos Lima, negou o pedido alegando que a urgência não se justificava e que era possível dar andamento normal ao processo para que os valores pudessem ser estudados e definidos.

Porém a magistrada adiantou: a cobrança de valores diferentes a depender do gênero é “flagrante ilegalidade”: “Não é ‘porque sempre foi assim’ que a prática discriminatória haverá de receber a chancela do Poder Judiciário”. Caroline dos Santos aponta ainda em sua decisão que a prática afronta a dignidade das mulheres, ainda que de forma sutil e velada.

Saiba mais sobre a decisão aqui: http://bit.ly/IngressoFeminino

Descrição da imagem #PraCegoVer: fotografia de várias pessoas em uma balada.
Texto: Mulher paga menos? Juíza do Distrito Federal afirma que é ilegal a cobrança de valores de ingresso diferentes para homens e mulheres. “O empresário não pode usar a mulher como insumo para a atividade, servindo como ‘isca’ para atrair clientes do sexo masculino” Caroline dos Santos Lima – Juíza do CEJUSC/Brasília. Fb.com/cnj.oficial

Deputado Wellington do Curso envolve a população no combate a contratação irregular

Durante esta sexta-feira (23), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) realizou audiência pública na cidade de Lago Açu. A audiência, que aconteceu na sede do Simproesemma do município, teve por objetivo tratar sobre a convocação dos aprovados no concurso de 2016.

Na ocasião, inúmeros aprovados mostraram-se descontentes com a não convocação até o presente momento.

“Eu não estou pedindo favor. Eu estudei, me dediquei e passei em primeiro lugar. Por que fizeram concurso, se não iriam convocar? Espero que seja feito logo algo. Isso é desrespeitoso”, desabafou Marta Santana, que foi aprovada em primeiro lugar para o cargo de enfermeiro.

Na tentativa de justificar a não convocação dos aprovados, o Procurador do município, Robson Nascimento, disse que só não houve ainda a convocação porque ainda há dúvidas quanto à legalidade do concurso, mas deixou claro que o objetivo da atual gestão é nomear os aprovados.

“Nós estamos apurando ainda possíveis irregularidades no concurso, mas desde já eu quero deixar claro que a atual gestão tem sim interesse em nomear os aprovados no concurso. Esperamos tê-los em nosso meio nos próximos meses”, afirmou.

Sobre a situação, Wellington destacou a emergencialidade em se adotar providências e fez referência a postura do Ministério Público.

“Já encaminhamos ofício ao Ministério Público e esperamos que ingressem com uma ação a fim de apurar essa situação. Nosso objetivo aqui é encontrar um ponto comum entre os interesses dos aprovados no concurso e também da Prefeitura. Enquanto deputado estadual, não posso nomear. No entanto, reafirmo meu compromisso com os aprovados em concurso público é, assim, com a moralidade. Combater contratações irregulares é lutar por uma Gestão mais eficiente”, disse Wellington.

Após a audiência pública, elencou-se alguns encaminhamentos, entre eles a oficialização da empresa responsável pela realização do concurso e, posteriormente, reunião entre aprovados, Ministério Público e Assembleia Legislativa com o intuito de sanar quaisquer dúvidas sobre a irregularidade no trâmite do certame.