Ilustríssimo (a) editora (o) do Blog da Riquinha, segue Direito de Resposta relacionada ao título de publicação: Prefeita de Axixá se nega a fazer doação de caixão e senhor é enterrado em saco plástico e rede.

A verdade é que a “fábrica de mentiras” da ex-prefeita não respeita nem os mortos, insatisfeitos com a derrota e a consequente descoberta de todos os malfeitos querem a todo custo politizar as ações da prefeitura de forma baixa e criminosa.

Quando a prefeita Sonia Campos, do município de Axixá, soube do achado desse cadáver, imediatamente determinou que fosse uma equipe médica ao local e lá esteve Dr. Vieira, médico do município e constatou que o corpo já estava em estado avançado de decomposição.

A urna funerária, popularmente dito, o “caixão” foi oferecido pela prefeita, mas, o corpo pela situação que se encontrava não pode comportar ou seja adequar-se à realidade das tradicionais urnas disponíveis.

Apesar de termos apenas uma ambulância que foi recentemente consertada pela nova gestão, e, por ser a única na cidade, foi recomendado pelo médico que fosse utilizado outro transporte.

Enquanto se providenciava o transporte, um senhor, aliado e amigo da ex-prefeita já estava fazendo o transporte do corpo. O certo é que a ex-prefeita não deixou nenhum automóvel funcionando.

A prefeita Sônia Campos está fazendo o que é possível para manter os serviços essenciais, sem sequer ter tido acesso às contas municipais, pois, não há recursos para executar ações como esta, especial.

A turma da “maldade”, que deixou a cidade sucateada, vai fazer de tudo para caluniar a atual gestora, mas, desde já será advertida que as medidas administrativas irão acontecer para colocar Axixá de novo nos trilhos do desenvolvimento. Enquanto aos crimes de Internet todos esses começarão a responder juridicamente pelos seus atos e as citações já começam a chegar nas residências dos responsáveis pelas contas difamadores de Internet.

Tâmara Silva

Deixe um comentário em “Direito de resposta”

  1. Perai, que conversa é essa que pelo estado em que se encontrava o corpo não dava pra enterrar usando uma urna? Prefeita, vou a partir de hoje voltar meus olhos pra sua administração, pois essa nota é sem sentido, descabida, pois uns dois pedaços de ossos que fossem, daria sim pra garantir um enterro digno.
    Se você estiver mentindo, desejo que vcs não tenham o mesmo final dessa pobre vida, mas desejo que politicamente tenham o mesmo final e acabem nas profundezas do inferno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *