Paula Fernandes reduz 50% do cachê por falta de público

Paula Fernandes reduz cachê de R$ 250 mil para R$ 120 mil por queda de shows

Paula Fernandes está sentindo os efeitos da crise. A cantora, a exemplo de Naldo Benny, reduziu o seu cachê. Mas mesmo assim viu uma redução da sua agenda de shows. Além disso, três apresentações acabaram canceladas por falta de público. A informação é da coluna “Retratos da Vida”, do jornal “Extra”, nesta quinta-feira (28).

BBuYXz0.imgA intérprete de “Pássaro de Fogo” tem apenas nove shows agendados entre o dia 30 deste mês a 18 de setembro. Em um desses dias, o ingresso para assistir a apresentação da artista, conhecida por seus looks brilhantes, em uma exposição agropecuária custa menos de R$ 40. Já o cachê de Paula despencou de R$ 250 mil para R$ 120 mil.

Os contratantes alegam que a fama de antipática da sertaneja pode ser um dos motivos dessa crise: “Ela não recebe os prefeitos da cidade, não quer tirar foto. Parece estar sempre de má vontade”. Em setembro passado, a cantora compartilhou foto em uma rede social festejando a lotação máxima de um show em Abaíra (Bahia).

Wesley Safadão vai na contramão de Paula

Se a artista vem enfrentando problemas com sua agenda de shows, o mesmo não se pode dizer do intérprete de “Aquele 1%”. No ano passado, Wesley Safadão cobrou cachê de R$ 575 mil para cantar na festa de São João de Caruaru (Pernambuco). O músico acabou acusado de superfaturar sua apresentação e doou todo o cachê para instituições de caridade daquela cidade.

(Por Guilherme Guidorizzi)

2 comentários sobre “Paula Fernandes reduz 50% do cachê por falta de público

  1. Rquinha, ao invés de copiar matérias da internet, procura se atualizar primeiro, o são joão que o safadão doou todo o seu cachê pra instituições carentes de caruaru, foi o deste ano e não o de 2015….

    assim é facil: Ctrl+c e depois Ctrl+v

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *