Psicólogo Mário Filho vem despertando o interesse das pessoas em tratar a alma

Victor Hugo já dizia: A música expressa o que não pode ser dito em palavras, mas não pode permanecer em silêncio.

É um jovem psicólogo clínico e hospitalar. Vem ajudando de forma humana as pessoas em relação aos cuidados com a mente. Sempre nos preocupamos com a nossa estética e deixamos de lado o nosso lado mais complexo: a mente.

image

O jovem é focado em ajudar pessoas com algum tipo de dependência química. Trabalha de forma humana com uma abordagem focada no ser interior e nos conflitos existenciais.

Por isso foi chamado para integrar a equipe do renomadíssimo Ruy Palhano. Mesmo com uma agenda lotada de pacientes, Mário consegue dá atenção direta a todos que o procuram, cativando cada vez mais seus pacientes e lhes ajudando a superar os problemas corriqueiros.

No Instituto ele trabalha com o público em geral, trazendo uma perspectiva voltada para nossa Psiquê, ou seja, nossa alma. Algo que não é fácil de ser encontrado hoje em dia, um profissional que se  dedique a esse tipo de trabalho.

Problemas como depressão, síndrome do pânico e transtorno de ansiedade, o psicólogo vem ajudando as pessoas que sofrem deste MAL DO SÉCULO.

Com tanta crise que vivemos em meio a essa correria do dia-a-dia, crises de crenças, inversão de valores e enfermidades da alma. Por isso Mário Filho vem ajudando seus pacientes de forma muito humana e diferenciada.

Dizem que não tem remédio para a dor da alma, mas a solução para conflitos existenciais, ansiedade e a depressão podem ser tratadas de forma humana pelo Doutor Mário através de sua música.

Ouçam como o Doutor faz para entreter seus pacientes:

5 comentários sobre “Psicólogo Mário Filho vem despertando o interesse das pessoas em tratar a alma

  1. QUER IBOPE, VAI TOCAR NUM BARZINHO, VAI SER DIFÍCIL, MUITO FRAQUINHO,
    COMO PSICÓLOGO DEVERIA SE ATER A TÉCNICAS QUE ESTÃO AO SEU ALCANCE, DESSE JEITO VAI ACABAR DEPRIMINDO MAIS AS PESSOAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *