Veja o tanto de assédio que as mulheres sofrem no dia á dia

Em uma simples caminhada repórter mostra o tanto de assédio que as mulheres sofrem no dia á dia. A todo momento aquelas cantadas baratas que irritam qualquer uma. Simplesmente nos sentimos invadidas.

Parece uma coisa animalesca sairmos nas ruas e sermos vítimas de assédio sexual em todos os níveis: desde o descarado até o mais sigiloso. A todo momento nos sentimos subjugadas e como se fôssemos um pedaço de comida e os homens uns predadores sedentos por carne.

Um dia desses fiz o dia do “se manca”. Cada cantada que recebia na rua, eu parava e perguntava: “E aí? Qual é o problema?” “Tá querendo alguma coisa?” “Me conhece?” “Tá me chamando por quê?”. Sem grosseria, sem agressividade, naturalmente. As reações foram as mais estranhas possíveis e alguns ficaram assustados. Mas eu me senti muito bem, e senti que estava reagindo a esses homens nojentos e asquerosos.

Qualquer abordagem “cantada” na rua é equivocada. A rua é um espaço público e só o fato de o homem se sentir no direito de avaliar a mulher em qualquer aspecto, incluindo físico, ou achando que tem o direito de assedia-lá, já é uma agressão! Só pela objetificação da mulher, e pelo entendimento da maioria de que pode se dirigir às mulheres como bem entender, já denota-se dominação masculina. Sem contar o constrangimento causado pelo medo constante de um estupro.

O vídeo abaixo mostra o comportamento animalesco de alguns homens:

2 comentários sobre “Veja o tanto de assédio que as mulheres sofrem no dia á dia

  1. Claro que sempre há os abusados e excessos sempre são condenáveis… Agora cá entre nós, não cola essa de mulher sair na rua semi ensinuante e achar que ninguém os homens não vão dar cantadas…. Mulheres são vaidosas por natureza, ultimamente o exibicionismo já não lhes basta mais, no afã de atrair ainda mais atenção pousam de vitima por tudo e a mídia incentiva… A verdade é que mulher e mais ou menos assim: se homem não olha se deprimem se olha e fala algum gracejo se sentem objeto… Se os gracejos que recebem fosse realmente um problema, não pediriam ajuda pra entrar numa calça 2 números abaixo com um fio dental enterrado lá.. Não dirão elas nos vestimos para nos mesmas Kkk depois reclamam.. Não defendo a grosseria de forma alguma, mas que estão criando um circo faz tempo ah isso estão…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *